Sede da Petrobras - Rio de Janeiro

 

Projeto da SOS Cuesta é Selecionado Para Receber Patrocínio da Petrobras

 

Esta é a segunda vez que a ONG S.O.S Cuesta é selecionada pelo Programa Petrobras Ambiental para receber financiamento da Petrobras.

Na 2ª Seleção Pública, no anos de 2006, a ONG  recebeu patrocínio para executar o projeto Ribeirão Tanquinho Vivo. Agora, na 4ª Seleção Pública,  foi selecionada novamente concorrendo com projetos de todos os cantos do Brasil.

A seleção, que acontece a cada dois anos, faz parte de uma das ações estratégicas do Programa Petrobras Ambiental que inclui ainda, o fortalecimento das organizações ambientais e suas redes e a disseminação de informações sobre o desenvolvimento sustentável.

No total, foram 928 projetos-candidatos. Por critérios pré-determinados no regimento da seleção pública, 780 foram considerados válidos. O maior número de projetos apresentados veio da região Sudeste (289 inscrições), seguida da região Nordeste (180), região Sul (139), região Norte (98) e região Centro-Oeste (65), além de nove projetos com abrangência nacional e regional.

 Entre os 44 projetos selecionados está o projeto de Caracterização, Recuperação e Planejamento Ambiental do Córrego da Cascata.

O anúncio do resultado da seleção pública 2010 do Programa Petrobras Ambiental foi feito no dia 26 de outubro, na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro e contou com a presença do presidente do Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Liszt Vieira; o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Rômullo Melo; o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo; o gerente executivo de Comunicação Institucional, Wilson Santarosa; o gerente executivo de Segurança, Meio Ambiente, Eficiência Energética e Saúde, Ricardo Azevedo, e o gerente de Responsabilidade Social, Luís Fernando Nery.

O auditório da empresa ficou lotado de entidades ambientalistas e pesquisadores que, a cada projeto anunciado, vibraram com apitos e lança-confetes.

 Na foto ao lado, os representantes da SOS Cuesta de Botucatu: a vice presidente da ONG e coordenadora geral do projeto Córrego da Cascata, Nelita Maria Corrêa e Helton Carlos Delicio coordenador da caracterização do meio biótico.

Ambos participaram da cerimônia de divulgação dos projetos selecionados.  O projeto Caracterização, Recuperação e Planejamento Ambiental do Córrego da Cascata  é  uma  proposta  de mobilização e educação ambiental para

 envolver a sociedade, principalmente a população ribeirinha, na gestão e planejamento estratégico de recuperação e conservação ambiental da Microbacia Hidrográfica do Córrego da Cascata, representada no mapa abaixo. Esta proposta reproduz o modelo de gestão partilhada desenvolvida com êxito no Ribeirão Tanquinho, pertencente à mesma bacia hidrográfica do Córrego Cascata. O projeto Córrego da Cascata vai realizar a caracterização socioambiental da microbacia, promover a restauração florestal através de plantios de árvores frutíferas nativas em áreas pré cadastradas e, após amplo conhecimento da área, irá gerar um Plano de Saneamento Ambiental da Microbacia Hidrográfica para fundamentar ações integradas de manejo e gestão, relacionadas ao saneamento e à qualidade ambiental.

 

A Microbacia Hidrográfica do Córrego da Cascata, delimitada pela linha rosada, ocupa uma área de 485 hectares, com uma população de aproximadamente 2.200 habitantes. O Córrego da Cascata possui 11 Km de extensão e deságua no Córrego da Água Fria, sinalizado no mapa com o nº 14, no bairro Recanto Azul.

 

Se você aprova esta ação e quiser fazer parte desse grande desafio, engajado ou colaborando com sugestões, entre em contato conosco pelo e-mail soscuesta@soscuesta.org.br